Urologista

O sistema do trato urinário é a maneira do corpo se livrar do excesso de resíduos líquidos. Os rins filtram seu sangue, removem tudo o que seu corpo não usa e envia através dos ureteres para a bexiga. Quando a bexiga fica cheia, a uretra guia a urina para fora do corpo. Na maioria das vezes, esse processo ocorre sem problemas. Seus órgãos trabalham sem parar, então você não precisa se preocupar muito com isso. Infelizmente, nossos corpos não são imunes a problemas. Às vezes, as coisas dão errado, e quando isso acontecer, você precisará consultar um urologista.

 

O que é um urologista?

O urologista é um médico especialista em doenças do trato urinário e do aparelho reprodutor masculino. Eles estão preparados para lidar com situações que envolvem os rins, bexiga, ureteres, uretra e todos os músculos e nervos a eles associados. Os urologistas também são os principais médicos que tratam de problemas no pênis, testículos, escroto e próstata.

O profissional cuida, por exemplo, de pessoas que têm dificuldades para urinar, sofrem de dores nos rins, têm desconforto durante as relações sexuais e até de quem contraiu alguma doença sexualmente transmissível. Compete a ele também ajudar o homem a compreender suas fisiologias. Dessa forma ele tira inseguranças e alivia preocupações que muitas vezes estão apenas no campo psicológico.

Em seu dia a dia, lida com infecções, inflamações, tumores, cálculos renais, problemas na bexiga, uretra, próstata, testículos e pênis, incontinência urinária, infertilidade e infecção urinária.

Embora os urologistas gerais atendam com mais frequência os homens devido à natureza específica da prática, as mulheres podem e costumam marcar consultas, já que homens e mulheres têm potencial para ter problemas de bexiga. Mas, sem dúvida, os homens são os que mais precisam desse especialista. Relacionamos apenas algumas doenças que estão na alcunha do médico urologista:

 

  • Câncer de próstata (bem como sua hiperplasia benigna);

  • Câncer no pênis e testículos;

  • Tumores renais, de vesícula e bexiga;

  • Disfunção erétil;

  • Ejaculação precoce;

  • DST’s em geral.

Doenças como essas podem ser melhor tratadas se descobertas logo no estágio inicial, por isso a prevenção é seu melhor aliado. Deve-se ir à uma consulta com um urologista sempre que apresentar sintomas que envolvam o sistema urinário como dificuldades para urinar, dor nos rins, dor durante as relações sexuais e em caso de doenças sexualmente transmissíveis. Os homens a partir dos 50 anos devem ter consultas anuais para avaliar a próstata, mesmo que não haja sintomas, já que se trata de uma doença com incidência maior em homens após os 50 anos.

Caso haja na família, outros familiares próximos com câncer de próstata, é necessária uma consulta por ano a partir dos 40 anos de idade, em que será feito o exame do toque retal e outros com o objetivo de avaliar o funcionamento da próstata e, assim, prevenir a ocorrência do câncer.